Membros do NEIC

André Luiz de Araújo Oliveira

Graduado em Direito pela Universidade Católica do Salvador (UCSal); Mestre e Doutor em Urbanismo pelo Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo PPG-AU da Faculdade de Arquitetura da Universidade Federal da Bahia (FAUFBA), com realização de estágio doutoral no Centro de Estudos Sociais (CES) da Universidade de Coimbra. Atualmente é Professor Adjunto na Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), atuando no Campus Jorge Amado em Itabuna. É pesquisador no grupo Organizações, Gestão e Políticas Públicas, no Centro de Humanidades, Artes e Letras- CAHL/UFRB; e no grupo de pesquisa Lugar Comum na FAUFBA, atuando na linha Urbanismo, Política e Cultura. É associado ao Instituto de Pesquisa Direitos e Movimentos Socais (IPDMS). Tem atuado, sobretudo, nos seguintes temas: os Direitos à Cidade, os Direitos Culturais, os Direitos das Comunidades Tradicionais, e a Gestão Pública do Patrimônio Cultural Brasileiro, insertos numa abordagem interdisciplinar e multirreferencial, pautados pelo interconhecimento entre a universidade/sociedade.

Dirceu Benincá

Blog do Dirceu

Licenciado em Filosofia pela Faculdade de Filosofia Imaculada Conceição (FAFIMC), Viamão/RS (1988); Especialista em Comunicação Social pela Universidade São Francisco, São Paulo/SP (2001); Mestre em Ciências Sociais pela PUC/SP (2006); Doutor em Ciências Sociais pela PUC/SP (2010), com estágio no Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra/Portugal (2009). Possui pós-doutorado em Educação pela UNINOVE/Capes, com pesquisa sobre Universidade Popular. Foi professor no ITEPA, em Passo Fundo/RS, e nas Faculdades Integradas Claretianas, em São Paulo/SP. Exerceu a função de Coordenador Administrativo da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) – Campus Erechim (2010 – 2013. Atualmente é Professor Adjunto da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), atuando no Campus Paulo Freire em Teixeira de Freitas. Membro do Grupo de Pesquisas Freirianas em Educação (GRUPEM) no PPGE/UNINOVE. Tem experiência nas áreas de Sociologia e Educação, atuando, sobretudo, nos seguintes temas: Movimentos Sociais, Universidade Popular, Educação e Meio Ambiente, Desenvolvimento e Cidadania, Comunicação Social, Religião e Sociedade.

Fabiana Souza Costa

Blog da Fabiana

Graduada em Serviço Social pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). Mestre e Doutora em Educação: Currículo pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). Foi Conselheira do Conselho Nacional de Juventude (2008 – 2009); Presidente do Centro de Estudos e Memória da Juventude (2008 – 2010); Coordenadora Geral de Relações Estudantis – SESu/Ministério da Educação. Atualmente é Professora Adjunta da Universidade Federal do Sul da Bahia (desde 2015) no Campus Jorge Amado em Itabuna. É autora do Livro ProUni: o olhar dos estudantes beneficiários. Tem atuado, sobretudo, nos seguintes temas: Educação Superior, Acesso à Universidade; Educação e Trabalho; Políticas Afirmativas com destaque para o Programa Universidade para Todos (ProUni).

Joel Pereira Felipe

Blog do Joel

Graduado em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Mackenzie (1988), Mestre em Arquitetura e Urbanismo pela Escola de Engenharia de São Carlos da Universidade de São Paulo (1997) e Doutor em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade de São Paulo (2004). Foi Professor Adjunto do Centro de Engenharia, Modelagem e Ciências Sociais Aplicadas da Universidade Federal do ABC (2007-2014) onde ocupou os cargos de prefeito universitário de Pró-reitor de Assuntos Comunitários e Políticas Afirmativas da UFABC (2011-2014). É Professor Associado da Universidade Federal do Sul da Bahia (desde 2014), onde ocupou o cargo de Pró-reitor de Sustentabilidade e Integração Social (2014-2017). Tem atuado, sobretudo, nos seguintes temas: habitação social, desenvolvimento urbano, estudos de impacto ambiental e de vizinhança, projeto e fiscalização de obras urbanísticas e de edificações (habitação e campus universitário), mutirão e arquitetura participativa, Políticas Afirmativas e desenvolvimento sustentável.

Regina Soares de Oliveira

Blog da Regina

Bacharel e Licenciada em História pela Universidade de São Paulo (USP,2000); Mestre (2008) e Doutora (2014) em História pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Na docência atuou na educação básica nas redes municipal e estadual de educação na cidade de São Paulo (2003-2012). Atualmente é Professora Adjunta da Universidade Federal do Sul da Bahia, no Campus Jorge Amado e Itabuna (desde 2014). Possui interesse em pesquisas que perpassem a relação e o diálogo da História com outras áreas do conhecimento como Antropologia, Sociologia, Arquitetura e Urbanismo. Possui experiência no ensino e pesquisa em História (Geral, Brasil, Cidades), Estudos Urbanos, Educação e Ensino Interdisciplinar, e tem atuado, sobretudo, nos seguintes temas: projetos e programas urbanos, com trabalho comunitário e educação popular junto aos movimentos de moradia na cidade e região metropolitana de São Paulo.

“(Os) Direitos achados nos muros” são tema de palestra na UFSB.

O prof. André de Oliveira, membro do NEIC|ufsb foi convidado para ministrar palestra no I CCIDS – Ciclo de Conferências Interdisciplinares em Direito e Sociedade no dia 29 de setembro de 2020 às 19h00.

Segundo a organização,

(…) o CCIDS é um evento que se pretende interdisciplinar e multicampi. É motivado pelos grupos de estudos em Direito e Justiça (UFRA/CNPq) e Direitos, Pessoas e Tecnologias (DIRPET/UFSB). No momento do segundo encontro, estaremos contando com o apoio do Núcleo de Estudos e Intervenções nas Cidades (NEIC/UFSB), e também do Projeto de Assessoria Jurídica Online e Gratuita da UFSB”.

O encontro acontecerá pelo Google Meet no link: http://meet.google.com/tba-tbwt-iyp.

As inscrições estão abertas no site do SIGEventos da UFSB em: https://sig.ufsb.edu.br/eventos/public/evento/CCIDS2020.

Novo encontro dos ‘Diálogos juvenis sul-baianos’, agora com jovens indígenas.

Fabiana Costa, membro do NEIC, criadora e coordenadora do Projeto Diálogos Juvenis Sul-baianos faz um convite para o encerramento das atividades de um componente curricular ofertado na UFSB intitulado “Juventude, Políticas Públicas e Participação” na quarta-feira (23/09/20) com um evento cujo tema será: “Juventude e Povos Tradicionais Indígenas” .

Fabiana informou:

Contaremos com um coletivo de jovens composto por: Jeferson Pataxó, Cristian Wari’u (etnia Xavante), Sthefany Tupinambá, Fabricio Titiah (etnia Pataxó HãHãHãe) e Alice Pataxó. A mediação ficará por conta da nossa querida Laís Tupinambá.

Vamos ouvir e entender um pouco mais sobre a contribuição dessa juventude, oriunda de várias etnias, sobre os desafios dos jovens indígenas e os temas relevantes que circulam nas mídias sociais desses protagonistas.

Segue abaixo um pouco mais de informações para que vocês possam acessar e conhecer um pouco das trajetórias até quarta-feira:

1) Jeferson Pataxó: jovem indígena, militante do movimento LGBTQI+ e estudante da UFSB. Instagram: @papodeindio; Facebook: Papo de Índio

2) Cristian Wairi’u: jovem indígena Xavante com ascendência Guarani Ñandeva. Possui um canal no Youtube e outras redes desenvolvendo um trabalho informativo que desmistifica questões relacionadas aos povos indígenas. Instagram: @cristianwariu; Twitter: twitter.com/cristianwariu

3) Sthefany Tupinambá: jovem indígena da Serra do Padeiro. Foi coordenadora do grupo jovem. É militante do movimento indígena do território. Instagram: @the_tupinamba

4) Fabrício Titiah: jovem indígena do povo Pataxó Hã-Hã-Hãe, militante do movimento indígena. Aborda o tema da espiritualidade indígena. Instagram: @titiahfotografias

5) Alice Pataxó: jovem indígena, ativista das questões indígenas que busca dar visibilidade às produções artísticas e culturais. Instagram: @alice_pataxo

Vamos receber nossos convidados com muita alegria, generosidade e mente aberta para novos conhecimentos.

Um grande abraço e até quarta-feira!

Professora Fabiana Costa

Projeto ‘Diálogos juvenis sul-baianos’ recebe Jef Rodriguez de OQuadro

Vocalista da Banda OQuadro, o compositor e arte-educador Jef Rodriguez é o convidado do Projeto de Extensão Juventude Sul-Baiana coordenado pela Prof. Fabiana Costa para um bate-bapo no dia 26/agosto/20.

O tema do bate-papo na plataforma Google Meet é “Racismo e Juventude: novas ‘setas’ para a reversão desse caminho excludente”.

“Marcha virtual pela vida”, ativa um manifesto nacional e une a universidade a povos tradicionais.

Dezenas de entidades – que representam organizações científicas, profissionais, sindicais, acadêmicas e ONGs – lançaram um Manifesto que conclama a sociedade brasileira a exigir

[…] de toda a sociedade, especialmente de governantes e representantes do povo, o exercício de uma cidadania guiada pelos princípios da solidariedade e da dignidade humana, baseada na democracia e na busca de soluções conjuntas para o bem comum de toda a população”.

Foi feita uma convocação para uma Marcha Virtual pela Vida para o dia 9 de junho de 2020 que marcasse a criação dessa Frente pela Vida.

Em nossa região, foi realizado o debate “Modos de cuidar e saberes do território”, com a participação de Cacique Babau, Andreia dos Santos, Joelson Ferreira e Dirceu Benincá (membro do NEIC). A mediação foi feita por Tássio Ferreira, também da UFSB.

Reproduzimos a seguir o “Manifesto pela vida” e seus fundamentos:

Frente pela Vida, para a qual todos os setores da sociedade brasileira estão convidados a participar, está baseada nos seguintes pilares:

O direito à vida é o bem mais relevante e inalienável da pessoa humana, sem distinção de qualquer natureza;

As medidas de prevenção e controle no enfrentamento da pandemia da COVID-19 devem ser estabelecidas com base científica e rigorosamente seguidas a partir de planejamento articulado entre os governos federal, estadual e municipal;

O Sistema Único de Saúde – SUS é instrumento essencial para preservar vidas, garantindo, com equidade, acesso universal e integral à saúde;

A solidariedade, em especial para com os grupos mais vulneráveis da população, é um princípio primordial para uma sociedade mais justa, sustentável e fraterna;

É imprescindível para a vida no Planeta a preservação do meio ambiente e da biodiversidade, garantindo a todos uma vida ecologicamente equilibrada e sustentável;

A democracia e o respeito à Constituição são fundamentais para assegurar os direitos individuais e sociais, bem como para proporcionar condições dignas de vida para todas e todos os brasileiros.

Acompanhe nos links inseridos neste post e participe também de futuros eventos. É possível se manifestar, mesmo #FicandoEmCasa.

NEIC participa da organização do urbBA[20].

Em novembro de 2019, durante o Seminário Urbanismo na Bahia – urbBA19 na UFBA em Salvador, decidiu-se que o urbBA[20] seria realizado no sul do estado e a organização ficaria sob a responsabilidade da UFSB.

Na ocasião não se poderia ter a dimensão do que passaríamos em 2020 a partir do cenário assustador que se instalou com a pandemia do Corona Vírus ocupando o nosso cotidiano. A partir de fevereiro/20 o NEIC deu início à preparação de sua consecução. Com o avanço da pandemia da Covid-19 a organização do evento decidiu realizá-lo no formato on-line.

O urbBA[20] será realizado de 3 a 6 de novembro de 2020. A organização do Seminário está sendo desenvolvida com o apoio fundamental dos parceiros: a Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) e o Instituto Federal da Bahia (IFBA – Campus Ilhéus).

Os membros do NEIC estão engajadíssimos na organização do Seminário: André Araújo, Joel Felipe e Fabiana Costa estão na comissão organizadora e Álamo Pimentel e Regina Oliveira na coordenação do comitê científico. Dirceu Benincá participa do comitê científico como avaliador.

Notícias sobre a realização do urbBA[20] serão repercutidas neste blog.

Para ter acesso a todas as informações, siga este link para o Seminário Urbanismo na Bahia – urbBA[20].

Fiquem atentos!

urbBA[19] Urbanismos: Ensino, Práticas, Aprendizagem | 6-8/nov

O Seminário Urbanismo na Bahia, urbBA [19] acontece nos dias 06, 07 e 08/novembro na Faculdade de Arquitetura da UFBA. Com o tema URBANISMOS: ENSINO, PRÁTICA, APRENDIZAGEM, o evento se organiza em torno de três questões centrais:

  • Urbanismo enquanto política
  • Experiências de Ensino e Aprendizagem
  • Práticas e Atuação Profissional
O urbBA [19] tem a UFSB como parceira, contando com professores do IHAC/CJA e membros do NEIC (André Oliveira, Joel Felipe e Regina Oliveira) na comissão científica e na programação do evento.

Interessados em participar das Sessões Temáticas ou das Rodas de Conversa devem realizar inscrição de acordo com as instruções no link https://urbba19.wixsite.com/urbba19/submissao.

becuSul | Encontro sobre os bens culturais do sul da Bahia: 4-5/nov

O NEIC e o IHAC convidam para o becuSul, que será realizado no Campus Jorge Amado em 4-5/nov.

O projeto becuSUL compreende ações articuladas de pesquisa e extensão tendo por objeto as POLÍTICAS PÚBLICAS DE PRESERVAÇÃO DOS BENS CULTURAIS NO TERRITÓRIO DO LITORAL SUL DA BAHIA: SUJEITOS E GRUPOS SOCIAIS, POTENCIALIDADES E DEMANDAS, e tem por objetivo estreitar as relações entre a Universidade e Sociedade, tendo como contexto socioespacial o Território de Identidade do Litoral Sul da Bahia. Compreende-se como políticas públicas de preservação todas as ações governamentais, representadas pelos três entes federativos, no sentido de seleção, proteção e promoção dos bens culturais, bem como as políticas públicas sociais e comunitárias de preservação, inseridas nos processos de produção e reprodução desses bens culturais.

Programação Continue lendo “becuSul | Encontro sobre os bens culturais do sul da Bahia: 4-5/nov”

Quais os objetivos do NEIC?

No NEIC nós queremos ampliar as oportunidades para que se efetive um acesso qualificado aos benefícios da implantação de uma Universidade Popular no sul da Bahia, implantando um Núcleo acadêmico que integre Extensão, Pesquisa e Ensino, para:

  1. a elaboração de estudos sobre a realidade local, baseados no levantamento e registro de políticas públicas multissetoriais aplicadas à região, implantando um processo de avaliação e monitoramento dessas políticas, tendo como método a apropriação dos dados de maneira compartilhada e participativa unindo universidade e sociedade.
  2. a elaboração e participação da implantação de políticas, projetos e propostas de atuação da Universidade nas e junto às comunidades mais vulneráveis (favelas, ocupações irregulares em encostas de morros e beira rio, comércio informal, população em situação de rua).
  3. a formação e a capacitação de gestores governamentais e não-governamentais que elaboram e executam políticas públicas.
  4. dialogar com as dimensões culturais da cidade, seja nos seus aspectos físicos, como o patrimônio arquitetônico e cultural – do edifício ao terreiro -, na apropriação dos espaços públicos; ou numa dimensão que dialogue com as culturas identitárias urbanas – “periféricas” étnico-raciais e identitárias.
  5. levantar, qualificar e compartilhar as boas práticas relacionadas à produção de alimentos saudáveis e em processos sustentáveis, das e junto às comunidades urbanas e adjacentes às cidades na área de atuação da UFSB.

Bem vindo ao NEIC-UFSB

Aqui você vai se encontrar com o NEIC, seus membros, parceiros e atividades.

Seja como indivíduo, ou como membro de alguma associação ou organização comunitária você é especialmente convidado a conhecer o NEIC, propor parcerias e solicitar a nossa atuação.

Estudantes, professores da rede pública, pesquisadores de outras universidades são muito bem vindos, também.

Você está convidado a interagir com as notícias divulgadas aqui, deixando seu comentário ou entrando em CONTATO.

Bem vindo!

O NEIC e sua história.

Durante os primeiros anos após a fundação da UFSB (início das aulas em setembro de 2014) houve uma aproximação acadêmica de alguns docentes que, oriundos de estados da federação e de universidades e cursos de graduação e formação distintos, passaram a compor equipes pluridisciplinares para o planejamento e oferta dos Componentes Curriculares (CCs) dos matrizes curriculares dos PPCs dos vários cursos em implantação.

Esses docentes traziam em seus currículos atividades tanto profissionais, como educadores, gestores e pesquisadores do ensino superior que reportavam a uma experiência comum voltada para a formação de sujeitos engajados na transformação social atraídos pelo Plano Orientador dessa jovem instituição. A aposta na formação interdisciplinar, intercultural e interepistêmica constitui o argumento de base do texto que marca do esforço coletivo da equipe de implantação da universidade. É com base nesse argumento que são produzidas as principais ferramentas de condução do projeto político pedagógico da universidade.

Continue lendo “O NEIC e sua história.”