Projeto Juventude Sulbaiana lança pesquisa com skatistas

A prof. Fabiana Costa, coordenadora do Projeto Juventude Sulbaiana, informa o lançamento de uma pesquisa que pretende levantar aspectos da vida de jovens que praticam o esporte (“olímpico” a partir de 2021, nas Olimpíadas de Tokyo), na região sul da Bahia.

O Projeto possui uma página no Instagram onde se pode atualizar com as notícias sobre ele e as orientações de como participar da pesquisa.

Iremos traçar o perfil dos jovens que praticam skate na região Sul da Bahia. A pesquisa tem por objetivo refletir sobre os desafios e possibilidades do skate como uma modalidade esportiva/cultural que contribui de forma ativa, ocupando e ressignificando o espaço urbano.

Somos do projeto de pesquisa/extensão “Juventude Sul Baiana: perfil, protagonismo, diversidade e potencialidades”, do Núcleo de Estudos e Intervenções na Cidade (NEIC) da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB).

Clique aqui para acessar e responder o formulário da pesquisa!

https://www.instagram.com/juventudesulbaiana/

Novo encontro dos ‘Diálogos juvenis sul-baianos’, agora com jovens indígenas.

Fabiana Costa, membro do NEIC, criadora e coordenadora do Projeto Diálogos Juvenis Sul-baianos faz um convite para o encerramento das atividades de um componente curricular ofertado na UFSB intitulado “Juventude, Políticas Públicas e Participação” na quarta-feira (23/09/20) com um evento cujo tema será: “Juventude e Povos Tradicionais Indígenas” .

Fabiana informou:

Contaremos com um coletivo de jovens composto por: Jeferson Pataxó, Cristian Wari’u (etnia Xavante), Sthefany Tupinambá, Fabricio Titiah (etnia Pataxó HãHãHãe) e Alice Pataxó. A mediação ficará por conta da nossa querida Laís Tupinambá.

Vamos ouvir e entender um pouco mais sobre a contribuição dessa juventude, oriunda de várias etnias, sobre os desafios dos jovens indígenas e os temas relevantes que circulam nas mídias sociais desses protagonistas.

Segue abaixo um pouco mais de informações para que vocês possam acessar e conhecer um pouco das trajetórias até quarta-feira:

1) Jeferson Pataxó: jovem indígena, militante do movimento LGBTQI+ e estudante da UFSB. Instagram: @papodeindio; Facebook: Papo de Índio

2) Cristian Wairi’u: jovem indígena Xavante com ascendência Guarani Ñandeva. Possui um canal no Youtube e outras redes desenvolvendo um trabalho informativo que desmistifica questões relacionadas aos povos indígenas. Instagram: @cristianwariu; Twitter: twitter.com/cristianwariu

3) Sthefany Tupinambá: jovem indígena da Serra do Padeiro. Foi coordenadora do grupo jovem. É militante do movimento indígena do território. Instagram: @the_tupinamba

4) Fabrício Titiah: jovem indígena do povo Pataxó Hã-Hã-Hãe, militante do movimento indígena. Aborda o tema da espiritualidade indígena. Instagram: @titiahfotografias

5) Alice Pataxó: jovem indígena, ativista das questões indígenas que busca dar visibilidade às produções artísticas e culturais. Instagram: @alice_pataxo

Vamos receber nossos convidados com muita alegria, generosidade e mente aberta para novos conhecimentos.

Um grande abraço e até quarta-feira!

Professora Fabiana Costa

Projeto ‘Diálogos juvenis sul-baianos’ recebe Jef Rodriguez de OQuadro

Vocalista da Banda OQuadro, o compositor e arte-educador Jef Rodriguez é o convidado do Projeto de Extensão Juventude Sul-Baiana coordenado pela Prof. Fabiana Costa para um bate-bapo no dia 26/agosto/20.

O tema do bate-papo na plataforma Google Meet é “Racismo e Juventude: novas ‘setas’ para a reversão desse caminho excludente”.

“Marcha virtual pela vida”, ativa um manifesto nacional e une a universidade a povos tradicionais.

Dezenas de entidades – que representam organizações científicas, profissionais, sindicais, acadêmicas e ONGs – lançaram um Manifesto que conclama a sociedade brasileira a exigir

[…] de toda a sociedade, especialmente de governantes e representantes do povo, o exercício de uma cidadania guiada pelos princípios da solidariedade e da dignidade humana, baseada na democracia e na busca de soluções conjuntas para o bem comum de toda a população”.

Foi feita uma convocação para uma Marcha Virtual pela Vida para o dia 9 de junho de 2020 que marcasse a criação dessa Frente pela Vida.

Em nossa região, foi realizado o debate “Modos de cuidar e saberes do território”, com a participação de Cacique Babau, Andreia dos Santos, Joelson Ferreira e Dirceu Benincá (membro do NEIC). A mediação foi feita por Tássio Ferreira, também da UFSB.

Reproduzimos a seguir o “Manifesto pela vida” e seus fundamentos:

Frente pela Vida, para a qual todos os setores da sociedade brasileira estão convidados a participar, está baseada nos seguintes pilares:

O direito à vida é o bem mais relevante e inalienável da pessoa humana, sem distinção de qualquer natureza;

As medidas de prevenção e controle no enfrentamento da pandemia da COVID-19 devem ser estabelecidas com base científica e rigorosamente seguidas a partir de planejamento articulado entre os governos federal, estadual e municipal;

O Sistema Único de Saúde – SUS é instrumento essencial para preservar vidas, garantindo, com equidade, acesso universal e integral à saúde;

A solidariedade, em especial para com os grupos mais vulneráveis da população, é um princípio primordial para uma sociedade mais justa, sustentável e fraterna;

É imprescindível para a vida no Planeta a preservação do meio ambiente e da biodiversidade, garantindo a todos uma vida ecologicamente equilibrada e sustentável;

A democracia e o respeito à Constituição são fundamentais para assegurar os direitos individuais e sociais, bem como para proporcionar condições dignas de vida para todas e todos os brasileiros.

Acompanhe nos links inseridos neste post e participe também de futuros eventos. É possível se manifestar, mesmo #FicandoEmCasa.

Bem vindo ao NEIC-UFSB

Aqui você vai se encontrar com o NEIC, seus membros, parceiros e atividades.

Seja como indivíduo, ou como membro de alguma associação ou organização comunitária você é especialmente convidado a conhecer o NEIC, propor parcerias e solicitar a nossa atuação.

Estudantes, professores da rede pública, pesquisadores de outras universidades são muito bem vindos, também.

Você está convidado a interagir com as notícias divulgadas aqui, deixando seu comentário ou entrando em CONTATO.

Bem vindo!